Normas europeias de sistemas de abastecimento de água e de águas residuais. Estratégia e prioridades em Portugal

Maria Rafaela Matos, Cássio Castro Rodrigues

Resumen

Este artigo dá uma panorâmica dos aspectos regulamentares e normativos dos sectores do abastecimento de água e das águas residuals e do seu indispensável contributo como instrumentos de uma política de garantia da qualidade de produtos e serviços do mercado que com eles se relaciona. Esta temática, que se reveste de importância vital no actual contexto do País e no âmbito de um necessário acréscimo de competitividade, passa necessariamente pela existência de um adequado suporte regulamentar e normativo, actualizado e abrangente. Enquadra-se a si-tuação nacional actual no respeitante aos aspectos mais relevantes do novo Regulamento Geral dos Sistemas Públicos e Prediais de Distribuição de Água e de Drenagem de Águas Residuais, e no âmbito mais vasto da normalização europeia e internacional. Diagnosticam-se as principais insuficiências e definem-se objectivas estratégicos e prioridades de actuação para o reforço e redinamização da produção normativa neste domínio. Refere-se, sumariamente, neste quadro, o papel e a activi-dade do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), designadamente no âmbito da Comissão Técnica Portuguesa de Normalização CT 90 - Sistemas de Saneamento Básico, com apoio financeiro do Programa Específico de Desenvolvimento da Indústria Portuguesa - PEDIP II.

Palabras clave

Ingeniería del agua; Ingeniería civil; Ingeniería hidráulica

Texto completo:

PDF

Referencias

Baptista, J. M. (1991) Aproximação à Normalização Europeia em Saneamento Básico, In Anais do V Encontro Nacional de Saneamento Básico. Lisboa, IST.

Decreto Regulamentar N.° 23/95 (1995) Aprova o Regulamento Geral dos Sistemas Públicos e Prediais de Distribuição de Água e de Drenagem de Águas Residuais, Diário da República n.° 194/ 95,1-B Série.

Matos, M. R. (1992) Regulamentação, Normalização e Certiflcação do Sector da Indústria da Água no Quadro do Mercado Único Europeu, Volume do Seminário sobre Gestão de Sistemas de Águas de Abastecimento e de Águas Residuais. Lisboa, LNEC.

Matos, M. R. (1993) Saneamento Básico e Ambiente -Papel da Normalização Europeia na Implementação das Directivas e na Garantía da Qualidade, In Anais do VI Encontro Nacional de Saneamento Básico. Setúbal, EST.

Matos, M. R.; Rodrigues, C.; Alburquerque, A. (1995) Normalização Técnica. Volume 8, Colecção Gestão de Sistemas de Saneamento Básico, Lisboa, LNEC.

Matos, M. R.; Rodrigues, C.; Alburquerque, A. (1996) Normalização em Saneamento Básico — Instrumento Estratégico de uma Política de Garantia da Qualidade, Comunicação apresentada ao 3º Congresso da Água. Lisboa, Março de 1996.

Abstract Views

550
Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM




Esta revista se publica bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Universitat Politècnica de València

Fundación para el Fomento de la Ingeniería del Agua

e-ISSN: 1886-4996  ISSN: 1134-2196

https://doi.org/10.4995/ia