Uma metodologia multiobjetivo e multicritério para avaliação de desempenho de sistemas de drenagem urbana

Eduardo Concesso Mendonça, Marco Antonio Almeida de Souza

Resumen

O objetivo foi desenvolver uma metodologia para avaliação do desempenho de sistemas de drenagem urbana. Foram selecionados dezesseis critérios classificados em seis dimensões (legal, econômica, ambiental, social, sustentabilidade, técnica). Os métodos multiobjetivo selecionados foram ELECTRE-TRI e TOPSIS. As categorias utilizadas para definir desempenho foram “excelente”, “muito boa”, “boa”, “regular”, “ruim” e “muito ruim”. Para verificação, a metodologia foi aplicada a três cenários de um sistema de drenagem urbana existente. O Cenário-I era uma rede de drenagem convencional. O Cenário-II acrescentou duas bacias de detenção ao Cenário-I, e o Cenário-III incluiu micro reservatórios em cada lote urbano. O método ELECTRE-TRI indicou desempenhos regular, muito bom e excelente para os cenários I, II e III, respectivamente. Pelo método TOPSIS, o Cenário-I foi classificado como bom, enquanto o Cenário-II e o Cenário-III foram classificados como muito-bons. Esses resultados foram consistentes e confirmaram a expectativa pelo uso de melhores práticas de manejo de águas pluviais.


Palabras clave

Drenagem urbana; Manejo de águas pluviais; ELECTRE-TRI; TOPSIS; Análise multicritério; Avaliação de desempenho

Texto completo:

PDF

Referencias

Artina, S., Becciu, G., Maglionico, M., Paoletti, A., Sanfilippo, U. (2005). Performance indicators for the efficiency analysis of urban drainage systems. Water Science and Technology, 51(2), 109-118. https://doi.org/10.2166/wst.2005.0038

Baptista, M., Nascimento, N., Barraud, S. (2005). Técnicas Compensatórias em Drenagem Urbana. Primeira Edição. Associação Brasileira de Recursos Hídricos - ABRH. Porto Alegre, RS. Brasil. 266 pp.

Braga, B. P. F., Gobetti, L. E. C. (2002). Análise Multiobjetivo. In: Porto, R. L. L. (Org.) Técnicas quantitativas para o gerenciamento de Recursos Hídricos. Segunda Edição. ABRH, Porto Alegre, RS. Brasil. 361-418.

Brito, D. S. de. (2006). Metodologia para seleção de alternativas de sistemas de drenagem. Dissertação de Mestrado em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos. Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos (PTARH). Departamento de Engenharia Civil e Ambiental. Universidade de Brasília. Brasília, DF. Brasil. 117 pp.

Brostel, R. C. (2002). Formulação de modelo de avaliação de desempenho global de Estações de Tratamento de Esgotos Sanitários (ETEs). Dissertação de Mestrado em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos. Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos (PTARH). Departamento de Engenharia Civil e Ambiental. Universidade de Brasília. Brasília. Brasil. 278 pp.

Canfora e Troiano (2004). A Model for Opinion Agreement and Confidence in Multi-Expert Multi-Criteria Decision Making. Mathware & Soft Computing, 11, 67-82.

Castro, L. M. A. de. (2002). Proposição de indicadores para avaliação de sistemas de drenagem urbana. Dissertação de Mestrado da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Belo Horizonte, MG. Brasil. 118 pp.

Castro, L. M. A. de. (2007). Proposição de metodologia para avaliação dos efeitos nos corpos de água. Tese de Doutorado da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Belo Horizonte, MG. Brasil. 297p.

Castro, L. M. de., Baptista, M. B., Cordeiro Netto, O. de M. (2004). Análise Multicritério para a Avaliação de Sistemas de Drenagem Urbana: Proposição de Indicadores e de Sistemática de Estudo. Revista Brasileira de Recursos Hídricos-RBRH, 9(4), 5-19. https://doi.org/10.21168/rbrh.v9n4.p5-19

Cook, W. D., Seiford, L. M. (1978). Priority ranking and consensus formation. Management Science, 24(16), 1721-1732. https://doi.org/10.1287/mnsc.24.16.1721

Delbecq, A. L., VandeVen, A. H. (1971). A Group Process Model for Problem Identification and Program Planning. Journal of Applied Behavioral Science, 7, 466-491. https://doi.org/10.1177%2F002188637100700404

Edwards, W. (1997). How To Use Multiattribute Utility Measurement For Social Decision Making. IEEE Transactions on Systems, Man and Cybernetics, v. SMC-7, 5, 326-340. https://doi.org/10.1109/TSMC.1977.4309720

Ellis, J.B., Deutsch, J.C., Legret, M., Martin, C., Revitt, D. M., Scholes, L., Seiker, H., Zimmerman, U. (2006). The DayWater decision support approach to the selection of sustainable drainage systems: A multi-criteria methodology for BMP decision makers. Water Practice and Technology. 1(1). https://doi.org/10.2166/wpt.2006.002

Figueira, J., Roy, B. (2002) Determining the weights of criteria in the ELECTRE type methods with a revised Simos’ procedure. European Journal of Operational Research, 139, 317-326. https://doi.org/10.1016/S0377-2217(01)00370-8

Generino, R. C. M. (1999). Desenvolvimentos em Metodologias Multicritério para Procedimentos de Avaliação em Auditorias Ambientais: Aplicação para Estações de Tratamento de Esgotos em Brasília/DF. Dissertação de Mestrado em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos. Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos – PTARH. Departamento de Engenharia Civil e Ambiental. Universidade de Brasília. Brasília, DF. Brasil. 167 pp.

Goodwin, P., Wright, G. (1991) Decision Analysis for Management Judgment. New York: John Wiley & Sons, pp. 308.

Linstone, H. A., Turoff, M. (1975). The Delphi method: techniques and applications. Boston: Addison-Wesley, 1975.

Martin, C., Ruperd, Y., Legret, M. (2007). Urban stormwater drainage management: The development of a multicriteria decision aid approach for best management practices. European Journal of Operational Research, 181, 338-349. https://doi.org/10.1016/j.ejor.2006.06.019

Mendonça, E. C. (2009). Metodologia para avaliação de desempenho de sistemas de drenagem urbana. Dissertação de Mestrado em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, Universidade de Brasília, Brasília, DF. Brasil. 171 pp.

Milograna, J. (2001). Estudo de Medidas de Controle de Cheias em Ambientes Urbanos [Distrito Federal]. Dissertação de Mestrado em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos. Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos – PTARH. Departamento de Engenharia Civil e Ambiental. Universidade de Brasília. Brasília, DF. Brasil. 120 pp.

Milograna, J. (2009). Sistemática de Auxílio à Decisão para a Seleção de Alternativas de Controle de Inundações Urbanas. Tese de Doutorado em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos. Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Ambiental e Recursos Hídricos – PTARH. Departamento de Engenharia Civil e Ambiental. Universidade de Brasília. Brasília, DF. Brasil. 316 pp.

Moura, P. M. (2004). Contribuição para a Avaliação Global de Sistemas de Drenagem Urbana. Dissertação de Mestrado. Departamento de Engenharia Hidráulica e Recursos Hídricos. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG. Brasil. 146 pp.

Roy, B., Figueira, J. (1998). Determination des poids des criteres dans les methodes du type ELECTRE avec la technique de Simos révisée. Université Paris – Dauphine, Document du LAMSADE 109.

Tucci, C. E. M. (2007). Inundações Urbanas. Primeira Edição. Associação Brasileira de Recursos Hídricos (ABRH). RHAMA. Porto Alegre, RS. Brasil. 393 pp.

Valls, A., Torra, V. (2000) Using classification as an aggregation tool for MCDM. Fuzzy Sets and Systems, 115(1), 159-168. https://doi.org/10.1016/S0165-0114(99)00029-9

Yager, R. R., Kacprzyk, J. (1997) The Ordered Weighted Averaging Operators: Theory and Applications. Kluwer: Norwell, MA, 1997. https://doi.org/10.1007/978-1-4615-6123-1

Yu, W., Roy, B. (1992). ELECTRE-TRI. Aspects Mèthodologiques et Manuel d’Utilisation. Document Nº 74, version 1.0, Université de Paris Dauphine, Paris, França, 80 pp.

Abstract Views

2127
Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM




Esta revista se publica bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.

Universitat Politècnica de València

Fundación para el Fomento de la Ingeniería del Agua

e-ISSN: 1886-4996  ISSN: 1134-2196

https://doi.org/10.4995/ia